Categorias
Podcast

Amor ou interesse?

Embora o episódio de hoje tenha uma chamada que parece que todas somos bem fofoqueirinhas (quem nunca?), escolhemos este tema para tentar entender porquê mulheres bonitas sempre são acusadas de interesseiras. E fizemos uma análise fria sobre o que houve neste relacionamento midiático entre Luisa Sonza e Whindersson Nunes.

Foi amor ou interesse?

Nos intervalos deste bate-papo, conseguimos ter a proeza de compartilhar histórias bem engraçadinhas.

Um episódio leve e engraçado, mas super necessário nos dias de hoje, onde o mundo ainda está aprendendo sobre sororidade.

Nós queremos saber o que você pensa sobre o assunto. Deixe aqui seu comentário sobre o tema.

Categorias
Podcast

Venha entender o movimento Black Lives Metter


No programa de hoje, convidamos a Milena (@Enevoadaa), que é uma influenciadora digital literária, para ter um bate-papo conosco sobre o movimento #BlackLivesMatter, que aqui no Brasil se iniciou como #VidasNegrasImportam. Conversamos sobre racismo e como brancos devem apoiar o movimento. Falamos também sobre questões estruturais no Brasil que moldaram todo problema social que estamos vivenciando. Dar voz às pessoas negras ou pretas neste momento, é fundamental para um processo de evolução e desconstrução do racismo.

A Milena também deixou algumas dicas de leituras pra gente:

Djamilla Ribeiro – Quem tem medo do feminismo negro? / Pequeno Manual Antirracista

Bell Hooks – O feminismo é para todos / E eu não sou uma mulher?

Conceição Evaristo – Olhos D’água

Angela Davis – Mulheres, Raça e Classe

O filme que a Anna Quitéria indicou sobre cabelos da Netflix se chama Felicidade por um fio.

O Documentário que a Gabi indicou se chama Menino 23, e está disponível para alugar no Now, mas também é possível assistir gratuitamente no Youtube.

Categorias
Podcast

Como lidar com a ansiedade

Uma pesquisa realizada pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) que entrevistou 1.460 pessoas entre os períodos de 20 a 25 de Março e 15 a 20 de Abril, mostrou que os casos de depressão aumentaram em 90% após a pandemia do novo coronavírus. A pesquisa ainda mostrou que o percentual de pessoas com estresse agudo aumentou em 40%, e o de pessoas com crise de ansiedade aguda subiu em 71%.

Nesse novo episódio chamamos nossa amiga psicanalista Shai Vieira para nos ajudar a entender o que realmente é a depressão e a ansiedade que tanto nos rodeia durante essa pandemia.

Categorias
Podcast

Como ser diva na quarentena

Neste videocast nós conversamos sobre como está sendo nossa quarentena e os perrengues que estamos passando para conseguirmos ser divas para nós mesmas. Cuidados com a pele, cabelo e mente. Venha participar deste vídeo feito com muito amor e que está super divertido. Como ser diva na quarentena? A gente explica.

Categorias
Notícias

Quarentemos

Eu sei que você já deve estar cansado de ficar em casa, quarentando, sem nada pra fazer. Mas a situação nos obriga a isso, pelo nosso bem e pelo nosso futuro.
Mas calma, como diz o provérbio “não há mal que nunca se acabe”. Uma hora tudo isso vai passar e poderemos voltar a nossa rotina habitual. Até lá trate de aquietar o traseiro dentro de casa e seguir as nossas dicas.

1. Vídeo chamadas cazamigas

Por aqui estamos as três reclusas em casa e o que nos ajuda muito é fazer vídeo chamadas pra matar um pouquinho da saudade e do tédio. Ah, e pra manter o papo em dia, claro! Estar em contato com os amigos e pessoas que nos fazem bem é essencial nessa fase que estamos passando. Você pode aproveitar e ligar praquele amigo ou amiga que gosta muito mas que a correria do dia a dia nunca te deixa vê-lo. Quem sabe não seja a hora de se reconectar?

2. Inspira, respira e não pira

Já pensou em meditar? Fazer yoga? Atividade física em casa? Pois então chegou a hora de parar de pensar e agir.
Meditar é uma das muitas técnicas usadas para controlar a ansiedade. Através do controle da respiração o corpo relaxa e a mente se desliga dos problemas atuais. E é assim que a nossa querida Gabi Cecon está conseguindo driblar a ansiedade. Anota aí as dicas que ela deu pra começar a meditar.
Se desligue de todas as distrações; procure um lugar na sua casa que seja confortável e tranquilo;
Se quiser pode colocar uma música de meditação;
Feche os olhos para se concentrar melhor;
Você pode começar se concentrando na sua respiração, no ar entrando pelas narinas e indo até os pulmões, se concentre no caminho que ele percorre pelo seu corpo;
Tente ficar ao menos dez minutos meditando e depois volte aos poucos.
No começo é difícil se concentrar mas com o passar dos dias você vai ver que vai ficar cada vez mais fácil, e ao final de cada meditação você se sentirá bem melhor.


Yoga também é outra prática que tem sido muito procurada por quem deseja manter o equilíbrio corporal e mental nessa quarentena. Ela utiliza técnicas de respiração aliada a posturas que beneficiam o corpo e a mente.
E que tal perder aqueles quilinhos indesejados? Como? Fazendo exercícios em casa. Sim, é possível. E é exatamente o que a nossa gatissíma Ana Quitéria está fazendo. A dica dela é a seguinte:
Escolha um horário de sua preferência;
Faça uma refeição leve ao menos 40 minutos antes de começar a se exercitar;
Coloque uma roupa leve;
Tenha sempre ao lado sua garrafinha de água.
Você pode escolher a modalidade que quiser. Várias redes de academias têm divulgado treinos em seus sites e os professores estão utilizando o Instagram e Facebook como plataformas para auxiliar o pessoal que quer manter a forma, mesmo dentro de casa. Então foco, força e fé.

3. Colorir pra sorrir

Eu sou suspeita pra falar desse tema pois eu amo um lápis de cor e um papel em branco. E se você não sabe desenhar não tem o menor problema. Você pode comprar livros pra colorir on-line. Mesmo com as medidas de reclusão alguns setores ainda estão funcionando e um deles é o de entregas. Essa semana mesmo eu encomendei meu livro e ele chegou em dois dias. De lá pra cá tenho me divertido muito entre as cores dos desenhos. E pra ajudar algumas pessoas têm postado em suas redes sociais dicas para colorir. Perfis no Instagram e Facebook ajudam dando dicas de como combinar cores, como pintar e quais lápis escolher na hora de colorir. Existem cursos on-line para quem quer aprender mais a fundo também. Euzinha, Sheila Chaves, fiz minha primeira pintura usando algumas técnicas que aprendi.

4. Voltar a ser criança

Quem aqui não tem saudade da sua infância, ein? Fase da nossa vida em que tudo é simples e mágico. E já que a criançada está em casa nada melhor que inventar brincadeiras pra eles (e a gente também) se divertirem. O YouTube tá cheinho de tutoriais e ideias pros pequenos se divertirem, desde receitas de slimes até jogos como o Twister. Tudo pra alegria da galerinha.

5. É o amor

Tem gente reclamando dos quilinhos a mais que estão ganhando durante a quarentena. Mas sejamos sinceros, tem coisa melhor que comer aquela comidinha gostosa feita com todo amor e carinho?
Que tal usar esse tempo livre pra testar aquelas receitas que você vive salvando no seu celular e nunca tem tempo de fazer. A hora é agora. E de quebra você pode aproveitar e ganhar um dinheirinho. Muitas pessoas têm apostado nos marmitex como opção de fugir da crise. Você nem precisa fazer grandes pratos, mas pode fazer aquele bolinho caseiro delicioso pra tomar com café, ou um brigadeiro docinho pra alegrar os dias dos amigos na quarentena. Faça e divulgue pelo seu condomínio, seu bairro e sua vizinhança. Não perca tempo não. E se for fazer brigadeiro me chama, porque eu amo um docinho.

6. É segredo

Já pensou em escrever num diário? Pode parecer coisa de adolescente mas muitas pessoas têm o hábito de escrever em diários. Você não precisa fazer como os adolescentes da nossa época faziam e escrever sobre seu primeiro beijo, mas você pode usá-lo como uma forma de terapia. Nele você pode escrever as suas angústias, os seus medos, as suas saudades e esperanças. Pode também colocar nele as suas metas e ao final do ano consultá-lo pra ver o que foi realizado e o que vai ficar pro ano que vem. Eu sempre escrevi em diários e todos os anos, quando faço o faxinão de ano novo, aproveito pra ler um por um. Muitas vezes dou risada das coisas que escrevi e pelas quais passei, e muito daquilo me serve como lição e aprendizado.

É isso minha gente.
Essa quarentena pela qual estamos passando é um momento muito importante pra todos nós. Precisamos ficar em casa, seguros e com a nossa família. Aproveite esse tempo para se voltar para dentro do seu lar e dentro de si próprio. Você pode descobrir coisas maravilhosas. Use esse tempo para estudar, brincar, estar mais perto da sua família e fazer coisas que você gosta. Em breve poderemos retomar nossas atividades e com certeza voltaremos diferentes, mudados e pra melhor. Então aproveite esse momento e use-o com sabedoria.

E mais uma vez: não esqueçam de lavar as mãos sempre!

Bjs.

Categorias
Notícias

Comunicado

Queridxs, turu pom com vocês?

Como todos sabem, estamos enfrentando uma pandemia que nos tem obrigado a ficar em casa. Por esse motivo nessa semana não teremos um novo episódio do nosso podcast semanal.

Mas isso não significa que não teremos conteúdo. Estamos preparando uma listinha de coisas que podemos fazer durante a nossa quarentena. São dicas nossas de atividades que todos nós podemos fazer e que tem nos ajudado a manter os níveis de ansiedade calminhos durante os dias. Então se liga que logo logo postaremos algo novinho pra vocês.

Beijinhos e não se esqueçam de lavar muito bem as mãos ❤️

Categorias
Podcast

05 – Miga, sua louca!

Quem é mulher sabe o quanto somos chamadas de loucas. Seja por uma desconfiança ou pelo simples fato de não se encaixar no padrão feminino. Quem não nasceu pra se casar, cozinhar ou ter filhos frequentemente é questionada sobre suas escolhas. Será que Freud pode nos ajudar a entender o caso? Para nos guiar nessa discussão chamamos a psicanalista Shai Vieira para bater um papo bem de amigas. Marminina, tá esperando o quê? Aperte logo esse play e vem com a gente!

Produção – Gabi Cecon e Ana Quitéria

Edição – Sheila Chaves

Sonoplastia – Júlio Pinto

Convidada – Shai Vieira

Música – Você é doida demais (Lindomar Castilho)

Categorias
Podcast

04 – Masculinidade tóxica

O estereótipo masculino de herói durão faz com que os homens sejam enquadrados em ideais que se espera do gênero. São eles: heterossexualidade, físico apto (forte), corajoso, no controle, ativo, sexualmente experiente, prontidão sexual, fala firme, não demonstra emoções, sabe se defender, não chora, sexualmente impositivo, trabalhador, provedor, não comete erros, não desiste, aguenta o tranco, competitivo, bem-sucedido, bully, dominante em relação a mulher.
Todos esses são parâmetros sociais esperados de um homem. Quando um garoto se comporta de maneira diferente daquilo que é esperado deles, logo vem expressões ofensivas para os fazer lembrar de que aquela não é a maneira adequada de se comportarem, como: maricas, filho da mamãe, gay, bebzão, mulherzinha e por aí vai.
Isso se reflete nas relações sociais e pessoais. No sexo, a sociedade pensa a prática do sexo anal sempre como algo passivo, algo que é reservado somente aos homens homossexuais, como uma forma de prazer que substitui o sexo vaginal. Sabemos que essa prática é apenas mais uma e pode ser tão prazerosa quanto as outras. Mas então porque tanto tabu?
Para nos ajudar a desmistificar esse tema sobre um olhar masculino convidamos o ator e dublador Marcio Orochi para esse bate-papo delicinha.

Categorias
Podcast

03 – Probleminha lá… Quem nunca?

Assine nosso feed na Spotify!

Neste episódio abordamos um tema pouco falado abertamente entre as mulheres, problemas na famosa ppk, vulgo, vagina.

Falamos sobre HPV, Sífilis, HIV, Gonorreia, Candidíase, etc, além de dar dicas de como fazer a pepeca ventilar.

Você sabia que agora ninguém mais usa o termo DST (Doença Sexualmente Transmissível)? O termo correto é IST, que significa Infecção Sexualmente Transmissível. 

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. Elas são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada.

———————–

“Todos os dias, há mais de 1 milhão de novos casos de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) ​​entre pessoas de 15 a 49 anos, de acordo com dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Estamos vendo uma falta relativa de progresso em parar a propagação de infecções sexualmente transmissíveis em todo o mundo”, disse o Dr. Peter Salama, diretor executivo da Cobertura Universal de Saúde e do Curso de Vida da OMS.

Desde os últimos dados publicados em 2012, não houve declínio substancial nas taxas de infecções novas ou existentes. Em média, aproximadamente 1 em cada 25 pessoas no mundo tem pelo menos uma IST, de acordo com os números mais recentes, com algumas tendo múltiplas infecções ao mesmo tempo.ISTs mais comuns

O levantamento da OMS mostra que as infecções sexualmente transmissíveis mais comuns em todo o mundo são:Tricomoníase – 156 milhões Clamídia – 127 milhões de casos Gonorreia – 87 milhões Sífilis – 6,7 milhões

Além dessas, há outros tipos de ISTs que trazem riscos à saúde e apresentam cada vez mais resistência a medicamentos, como o mycoplasma.”

Fonte: http://bioemfoco.com.br/noticia/1-millhao-novos-casos-ist-diariamente-diz-oms/

———————–

“Pesquisas mostram que o uso dos preservativos sexuais vem caindo ao longo dos anos, especialmente entre os jovens. As consequências da rejeição ao preservativo já são notadas pelas autoridades de saúde brasileiras. Segundo o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, entre 2010 e 2018, houve um aumento de 4.157% nos casos de sífilis no país.

Apenas em 2018, foram registrados mais de 246 mil casos entre sífilis adquirida, em gestantes e congênitas. Em relação às mortes, foram 241 – todas devido à sífilis congênita, que ocorre quando a mãe transmite a doença para a criança durante a gestação.

Em comparação com 2017, esses números representam um aumento de 25,7% nos casos em gestantes, 28,3% na adquirida e 5,2% na congênita.”

Fonte: https://pebmed.com.br/sifilis-aumento-mais-de-4-000-dos-casos-no-brasil/

———————–

Erratas:
– O nome do medicamento utilizado para HIV é “antiretroviral” e não “retroviral”.
– Candidíase não é transmitida por relação sexual.

———————–

Participação especial da Dra Beatriz Barbosa. Sigam ela no Instagram.
www.instagram.com/dra.beatrizbarbosa

Categorias
Notícias

Ouça o Marrrmenina na Rádio Marca Brasil

Temos o prazer de anunciar que fizemos uma parceria incrível com a Rádio Marca Brasil. E você pode nos ouvir toda sexta-feira, as 23h, com reprises aos domingos as 23h.

Acesse: https://radiomarcabrasil.com/